Planos e linhas de chegada

Decidimos andar juntas até o local da prova, o que significava alguns quilômetros antes das 06:00 da manhã. Logo percebemos que talvez não tenha sido uma boa ideia. Principalmente quando a hora se aproximava a passos largos e nós não. Planos. Tentamos ir mais rápido. As pessoas, o movimento. Chegamos. Por pouco. Abraços ainda mais rápidos.
Confusão. Tudo é rápido demais. Alguém nos diz que estava na hora. Um staf aponta a largada. Talvez não estivesse. O que acontece na corrida, fica na corrida. Mas adorei largar antes da elite. Correr com a rua só para nós. Não sei bem o que aconteceu, mas a sensação foi ótima. O caminho todo livre. Foi como uma grande estreia. Acho que merecemos. Correr tentando acalmar o peito e a respiração, enquanto sincronizamos os movimentos dos braços e das expectativas. É difícil. Estamos agitadas. Afinal, nossa amizade recente já permite alguns comentários bem íntimos e diretos. Uns puxões depois, nos acalmamos. Era só estresse. Tudo bem. Nos entendemos. Já somos uma dupla.
O passar do tempo e as pernas em movimento tudo acalmam. Sorrimos. Estamos ali. Juntas. Eu querendo me sentir segura e você ser a melhor guia. E és. Passar pelos amigos que largaram na hora certa do outro lado é engraçado. Querer parar, mas ouvir um grito de longe. Continuar. Sempre foi tão difícil? Acho que a resposta é sim. E o coração batendo rápido. Mas a sua voz me incentiva. Puxamos uma a outra em diferentes momentos, como aconteceria muitas vezes ainda. Ainda não tinha corrido nessa parte da Beira Mar Norte. Gosto muito. Tantas pessoas correndo também ainda é novidade. Uma novidade muito legal.
Rimos. Tentamos concentrar. O plano era não parar? Era. Planos. Já passamos da metade? Calor. Não acaba. Dia lindo. Tanta gente. Corremos. Cansamos. Estamos ali, juntas. Quase. Chegada é sempre chegada. Nada mais importa. Tempo? Chegamos. Conseguimos. Juntas. O abraço suado tem tantos significados. Inclusive do que virá. Planos. Era a sua primeira corrida. Experienciá-la contigo foi um prazer difícil de explicar. Melhor ficar inexplicável, tal qual a saudade que sinto da guia e da amiga. Era seu aniversário, mas você me deu muitos presentes naquele dia e depois. Clichês são clichês por um motivo. Nem tudo era sobre corrida, mas não deixava de ser. Era também o início de tantos outros planos. Planos sempre são inícios. E nós temos muitas linhas de chegada para cruzar.

Prova: Meia Maratona Internacional de Florianópolis
Data: 24/11/2018
Local: Beira Mar Norte
Distância: 5K

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s