Voltar

Sentir que as minhas pernas estranham o movimento e a distância entre os dias em que elas se habituaram a percorrer os quilômetros da cidade como velhos conhecidos e a quase imobilidade desse agora que se prolonga por tempo demais. É curioso como mesmo aquilo que amamos pode se tornar estranho se distante o suficiente. […]

Leia mais Voltar